shopping_cart 0 Itens no carrinho

Ganhei uma orquídea, e agora?

As orquídeas são flores delicadas e elegantes. Por isso, ganhar esta flor nos deixa tão feliz. Mas, e depois que as flores caem? Como cuidar dela? A seguir, vamos dar oito dicas de como cuidar da sua flor para que você possa vê-la florindo por muitos e muitos anos!

 

Pesquise sobre ela

 

Você sabia que há vários tipos de orquídea? E cada tipo exige cuidados diferentes. Por isso, pesquise o nome correto da orquídea que você tem para saber como cuidar dela com mais carinho.

 

Escolha o local correto

 

A orquídea precisa de muita iluminação. Isso não quer dizer que ela pode ficar no sol, pois assim suas folhas ficariam queimadas. Deixe-a em um local que pegue o sol da manhã, do fim de tarde ou deixe-a debaixo de algo que “peneire” a luz do sol.

 

Identifique a parte da frente da orquídea

 

Para saber qual é a parte da frente, é só observar o lado que sai os brotos. Se você deixar esse lado encostado na parede, os brotos deixam de se desenvolver.

 

Cuidado com a água

 

Não encharque o vaso nem use o pratinho. “Mas sem o pratinho, vai molhar meu móvel!”. Se você pensou assim, já é bom ficar sabendo: a orquídea gosta de umidade. Isso significa que ela não gosta de excesso de água, somente o suficiente para sentir o substrato (material que substitui a terra) úmido. Se possível, use um vaso de barro, que drena a água, evitando que as raízes apodreçam.

 

Santo adubo!

 

Há vários tipos de adubos para orquídeas. Basta seguir as orientações do fabricante para deixar sua plantinha sempre saudável e bonitona.

 

De olho na manutenção

 

A orquídea não usa terra, mas um substrato, que é mais leve e deixa as raízes da orquídea crescerem sem impedimento. Mas, depois de uns dois anos, o material vai apodrecendo e pode prejudicar sua plantinha. Aposte na fibra de coco ou musgo.

 

É hora de mudança

 

Se a base da orquídea estiver quase na borda do vaso, é preciso trocar de vaso por um que a base da planta fique com dois dedos de folga da borda do vaso.

 

Apareceram bichinhos!

 

Se você não quiser usar inseticida, o sabão de coco afasta qualquer pulgão e derivados. É só pegar 10 gramas de sabão de coco e dilui-lo em 1 litro de água. Depois, é só borrifar nas partes infestadas. Se os bichos aparecerem novamente, repita o processo e lave o vaso com cloro e fazer uma nova lavagem com detergente neutro.

Confira também:

25ª HORITEC

Construindo nossos terrários

FEIRA DE SUCULENTAS - GRAVATAI-RS